segunda-feira, 8 de outubro de 2012

.Paris Spring 2013 - Cacharel / Chalayan / Issey Miyake / Paul & Joe.


Semana passada terminou a temporada de desfiles Paris - Primavera/Spring 2013. É a primeira vez que faço uma série de posts falando das passarelas internacionais e espero realmente que gostem! De uma maneira geral, como já havia indícios, o minimalismo e um maior apelo comercial, predominaram. Em tempos de crise, nada mais normal do que isso. Fora este fato, por alguns anos, temos presenciado uma leva de temporadas com muito brilho, sobreposições, estampas cheias de elementos e bordados, com releituras de décadas onde o maxi, falava mais alto. Como tudo na vida, uma hora cansa e uma limpeza torna-se necessária.

A década de 90, está aí novamente, com misturas mais interessantes e ares mais contemporâneos: linhas mais retas, sem muitos recortes e modelagens complexas, quase sem apliques, padronagens mais simples e em menor quantidade, mas, fundamentalmente, muito da cor branca. Se as cores neutras que fizeram mais sucesso nos últimos tempos foram as tonalidades de pele mais rosadas, agora, para a minha satisfação, o branco marcou presença em 99% dos desfiles, de uma maneira bem significativa. Sofisticado, ele é sempre bem-vindo em qualquer guarda-roupa. 

Pontos que espero não vingarem: as ombreiras masculinas que expandem bastante para os lados, um horror! Sempre me lembram os uniformes dos jogadores de futebol americano e o Didi Mocó.  Umbigo de fora + calça de cintura baixa. Quem foi adolescente no final da década de 90 e início de 2000, sabe que não existia a possibilidade de escolha: todas as camisetas eram baby look e as calças, sempre vinham com a cintura bem baixa! Sandálias de salto alto de tirinhas bem finas. Infelizmente, elas já estão por aí em algumas lojas e sei que muitas meninas gostam. Mas, o desconforto e os cortinhos e marcas que sempre surgem nos pés, são garantidos.

Para começar, separei quatro desfiles que me chamaram bastante a atenção, por terem uma conectividade bem interessante: Cacharel, Chalayan, Issey Miyake e Paul & JoeJuntando todos eles, temos uma coleção completa, que seria segmentada por linhas dentro de uma só marca. Cacharel, super feminina e delicada. Chalayan, com linhas mais rígidas e quase ininterruptas, de cortes retangulares. Issey Miyake e sua forte origem oriental, com peças muito confortáveis e distantes do corpo, listrados em todas as direções, com influências do universo esportivo. Paul & Joe, com cortes mais masculinos, porém, sem deixar de lado uma leveza e um respiro feminino.


As quatro grifes trabalharam com a mesma cartela de cores, dando mais destaque para os azuis e o branco.


Bermudas mais largas e com modelagem masculina e calças brancas de alfaiataria.


Branco, azuis, laranjas, cinzas e verdes, formam a cartela de cores das quatro grifes. Cacharel e Paul & Joe com estampas mais femininas, florais, alguns grafismos e listras suaves. Chalayan com abstratos e Miyake com muitos listrados de todos os tamanhos.

Imagens: www.style.com

Bom início de semana!

.Por Raquel.

2 comentários:

  1. So many amazing looks, loveee all the colours! Great post my dear :)

    Take care,

    Daniella xox

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks, honey! They were all really cool fashion shows! ;)

      xoxo!

      Excluir